Você Já Ouviu Falar em Bioressonância?

Você Já Ouviu Falar em Bioressonância?

A técnica de bioressonância pode ser novidade para a maioria da população brasileira e também para nossos profissionais da saúde. Entretanto, em países como Alemanha, Espanha, Portugal e Suíça, a bioressonância já está estabelecida há muitos anos e é praticada tanto por adeptos da medicina convencional, quanto por simpatizantes das inúmeras práticas terapêuticas complementares.

Estimativas apontam que mais de oito mil terapeutas espalhados por todo continente europeu utilizam os recursos oferecidos pela bioressonância, sendo que 75% deles são clínicos da medicina tradicional.

Na China, a maioria dos hospitais pediátricos adota os métodos dessa técnica, e na Austrália e Reino Unido cada vez mais pessoas se interessam pelo tema. No Brasil, todavia, ainda há uma considerável resistência por parte das vertentes mais conservadoras, mesmo com um número cada vez maior de resultados positivos provenientes dos tratamentos realizados por intermédio da bioressonância.

Contudo, você deve estar se perguntando: o que é e para que serve a bioressonância?

E é justamente neste artigo que apresentaremos as respostas. Confira!

O que é Bioressonância?

A Bioressonância Quântica Magnética (ou simplesmente Bioressonância) é um método capaz de realizar avaliações físicas e check-up’s de sistemas orgânicos por intermédio da ressonância das ondas de luz, digitalização e detecção do estado funcional do corpo humano. Com essa técnica de análise avançada, não invasiva e totalmente indolor, é possível rastrear gradativamente as anomalias e disfuncionalidades de células, moléculas, tecidos, cromossomos e órgãos inteiros para que possam ser tratadas de forma holística e apropriada. 

A bioressonância é fundamentada em princípios similares aos da acupuntura, terapia que surgiu há mais de cinco mil anos na China e que utiliza agulhas e outros instrumentos para a liberação de substâncias químicas no organismo dos pacientes e, assim, promover efeitos analgésicos e anti-inflamatórios.

Portanto, a premissa de poder identificar e gerenciar modificações bioquímicas no organismo dos pacientes é baseada nos conhecimentos orientais sobre os meridianos de energia do corpo e como desbloquear e harmonizar os pontos que estejam em desequilíbrio.

Foi em 1950, que um médico alemão chamado Dr. Reinholt Voll, desenvolveu uma técnica que possibilitou a monitoração eletrônica dos pontos de energia do corpo humano apresentados há tanto tempo pela acupuntura. 

Com auxílio de equipamentos de medição de ondas eletromagnéticas, Dr. Voll conseguiu observar as características elétricas dos meridianos e percebeu que nas diferenças da resistência elétrica da pele podemos encontrar informações de fundamental importância sobre os órgãos do corpo humano e identificar desequilíbrios biofísicos em estado inicial.

Em outras palavras, o exame de bioressonância possibilita a identificação e interpretação da frequência eletromagnética de partes do organismo ou do corpo como um todo. Afinal, estudos biofísicos demonstram que cada órgão possui uma frequência própria e identificável, que pode estar em equilíbrio – homeostase – ou em desequilíbrio osmótico. Pensamentos, emoções, parasitas indesejáveis, sons, nutrientes, minerais e até cores podem, juntos ou de maneira separada, contribuir para o desequilíbrio orgânico e consequente adoecimento dos indivíduos.

A partir do diagnóstico realizado pelos profissionais especializados em bioressonância, é possível elencar as possibilidades de tratamento que correspondam de forma mais assertiva às particularidades de cada quadro clínico.

Lembre-se: em caso de dúvidas, procure os profissionais da saúde de sua confiança para ajudar a resolvê-las. Cuide da saúde e faça do seu bem-estar uma prioridade. 

Entre em contato através do telefone ou e-mail e solicite o seu orçamento:

(16) 4009-9600 / 3624-1787 – injectcenterfarma@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *