Os nomes dos medicamentos homeopáticos

Os nomes dos medicamentos homeopáticos

A maioria das pessoas não está habituada aos nomes dos medicamentos homeopáticos e, por isso, muitas vezes eles causam estranhamento.

Tais medicamentos estão inscritos na Farmacopeia e, assim, também são conhecidos como farmacopeicos, e podem ser preparados por farmacêuticos autorizados.

Os nomes dos medicamentos são escritos em latim, pois seguem a nomenclatura científica das substâncias. Esses são os medicamentos homeopáticos puros e que constituem o receituário dos médicos homeopatas.

Naturalmente, existem no mercado diversos produtos chamados complexos, que são patentes registradas pelos laboratórios. Os complexos são misturas de vários medicamentos homeopáticos de indicação mais frequente para uma determinada enfermidade, e os laboratórios fazem o registro dos mesmos sob um nome comercial.

São utilizados pela população em lugares onde não há um médico homeopata ou farmácia especializada, que os possa orientar melhor.

Geralmente o que acontece é que alguns dos medicamentos mais indicados para a gripe, como Gelsemium, Belladona, Bryonia, Eupatorium, Allium sativum, são mesclados e registrados sob o nome de Complexo X para Gripe. 

Portanto, quando médicos homeopatas deparam-se com casos de gripe, por exemplo, tendem a escolher dentre as substâncias citadas acima (com nome em latim), a mais apropriada para seu paciente e não simplesmente receitar um produto estritamente comercial.

Alguns dos medicamentos usados sob nomes comerciais são uma mistura de produtos alopáticos em doses habituais (como laxantes, psicotrópicos, etc.) e de produtos homeopáticos.

Dessa forma, é fundamental sempre consultar-se com o médico homeopata de sua confiança antes de tomar qualquer decisão sobre uso de complexos medicamentosos e lembre-se: nunca se automedique.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *